Vídeos de pesca em água salgada e dicas de especialistas

Como lançar um molinete giratório

Como lançar um molinete giratório

Como lançar um molinete giratório

Um guia sobre como lançar corretamente um molinete aberto. Um guia passo a passo inclui escolher o ponto certo, alinhar o molinete, segurar a cana e a linha, puxar a cana para trás, balançar a cana para frente, seguir em frente, fechar a fiança e recuperar a linha. Recurso valioso para iniciantes e pescadores experientes que procuram melhorar suas técnicas de lançamento e, finalmente, pegar mais peixes.

Guia passo a passo sobre como lançar um molinete aberto:

Lembre-se, a prática leva à perfeição quando se trata de lançar um molinete.

Com um pouco de prática, você será capaz de lançar mais longe e com mais precisão, o que acabará levando a um dia de pesca mais bem-sucedido.

Escolha o Ponto Certo:
Escolha um local onde haja bastante espaço para lançar sem bater em nada. É melhor praticar em um campo aberto ou perto de um corpo d'água onde você possa praticar o arremesso na água.

Alinhe a bobina:
Alinhe o carretel de modo que a alça fique aberta e a linha saia do topo do carretel.

Segure a haste:
Segure a haste com a mão dominante na base do cabo. Coloque a outra mão na haste logo acima do carretel.

Segure a linha:
Use o dedo indicador para segurar a linha contra a haste.

Puxe a haste para trás:
Puxe a haste para trás de forma que a ponta fique voltada para o chão. Isso carregará a haste com energia para o lançamento.

Balance a haste para frente:
Balance a haste para a frente em um movimento suave, usando a energia que você carregou na etapa anterior. Solte a linha de seu dedo enquanto você balança a haste para frente.

Acompanhe:
Depois de soltar a linha, continue a balançar a haste para frente, seguindo com o braço até que a haste esteja apontando para o seu alvo.

Feche a fiança:
Assim que a linha chegar, feche a alça para travar a linha no carretel.

Recupere a linha:
Use a alça para recuperar a linha girando-a no sentido horário.

Repetir:
Pratique o lançamento até se sentir confortável com a técnica e depois pratique um pouco mais!

Braid ou Mono: Tenha cuidado com o excesso de enrolamento

A linha de pesca é um componente essencial do equipamento de qualquer pescador, e há várias opções disponíveis para escolher. Dois tipos populares de linhas de pesca são trançados e monofilamentos, cada um com suas próprias vantagens e considerações. Aqui está uma breve visão geral das opções de linha de pesca e as vantagens de usar trança sobre monofilamento.

Linha de pesca monofilamento:

Linha de monofilamento é uma linha de pesca tradicional feita de um único fio de nylon ou outros materiais. É amplamente utilizado e oferece vários benefícios:

Fácil manuseio:

O monofilamento geralmente é mais fácil de manusear e amarrar em comparação com outros tipos de linhas.

Versatilidade:

Pode ser usado em uma ampla gama de aplicações de pesca e é adequado para várias técnicas e espécies de pesca.

Flutuabilidade:

A linha de monofilamento flutua na água, o que pode ser vantajoso em certas situações de pesca, como pesca em alto mar.

Linha de pesca trançada:

A linha trançada é feita tecendo vários fios de fibras sintéticas como Spectra ou Dyneema. Ganhou popularidade entre os pescadores devido às suas propriedades únicas:

Força e Sensibilidade:

Braid é incrivelmente forte e tem uma pequena relação diâmetro-força, permitindo maior capacidade de linha nas bobinas. Ele também oferece excelente sensibilidade, permitindo que os pescadores detectem mordidas sutis e mudanças nas condições subaquáticas.

Baixo alongamento:

A trança tem elasticidade mínima em comparação com o monofilamento, proporcionando melhores conjuntos de ganchos e melhor controle durante as lutas com peixes. Esse recurso é particularmente benéfico ao pescar em águas profundas ou ao visar espécies maiores e mais lutadoras.

Resistência à abrasão:

Braid é altamente resistente à abrasão, tornando-o adequado para a pesca em áreas com estruturas ásperas como rochas, recifes ou cobertura pesada.

Diâmetro menor:

A trança tem um diâmetro mais fino em comparação com o monofilamento de resistência semelhante, permitindo arremessos mais longos e menor resistência à água.
Vantagens da Trança sobre o Monofilamento:

Sensibilidade aumentada:

O baixo alongamento do Braid oferece excelente sensibilidade, tornando mais fácil sentir até mesmo as menores mordidas ou movimentos.

Força aprimorada:

A trança oferece resistência superior em comparação com o monofilamento do mesmo diâmetro, permitindo que os pescadores manuseiem peixes maiores ou condições desafiadoras.

Durabilidade melhorada:

A resistência à abrasão da trança torna-a mais durável e menos propensa a quebrar ou desgastar, especialmente em ambientes de pesca difíceis.

Vida útil mais longa:

A trança geralmente dura mais do que o monofilamento, pois é menos afetada pelos raios UV, absorção de água ou mudanças de temperatura.

Versatilidade:

Braid pode ser usado em várias técnicas de pesca, incluindo casting, spinning, trolling e pesca em água salgada, tornando-se uma escolha versátil para os pescadores.

É importante observar que tanto o trançado quanto o monofilamento têm seus usos específicos, e a escolha entre eles depende do cenário da pesca, da espécie-alvo, das preferências pessoais e do nível de habilidade do pescador.